top of page

DU ROMPA

COMPOSITOR E ORGANISTA

Com vivência diversificada em várias poéticas artísticas, Du Rompa compõe sua musicalidade.

Com sua música autoral esteve entre as apresentações principais do Festival Internacional Chorando Sem Parar/SP, do Fundinho Jazz Festival/MG, Águas Jazz Festival além de passar por Sescs, casas de cultura e ter shows com aportes de editais públicos como ProAC e Lei Aldir Blanc, tendo os fonogramas circulados por rádios do Brasil e Estados Unidos.

Participou de turnê internacional (Alemanha e Suíça), como pianista do Sternum (grupo jovem de Euritmia)

Inicia na música como autodidata. Vincula-se ao órgão hammond em 2007 no universo do blues, após premiação no festival Escuta Essa CAASO, com composições de sua autoria. A partir de 2013 começa a estudar a música brasileira. Incorpora esses dois universos na forma peculiar de tocar o órgão em sua percussividade, timbrística e ambientes.

Como artista visual, trabalhou com cenário em tempo real no show autoral multilinguagem do "Sandami" (ex-Sambô), criou capa de single para o grupo autoral "Astroxé" e trabalha na capa e encartes do seu 2º álbum autoral "O Beijo da Serpente"

Em 2011 se vincula à Antroposofia e vivencia um intensivo como professor de música na escola Waldorf, onde foi arranjador, regente e fundador da Orquestra Pedagógica, regente do Coral do Ensino médio e diretor musical em 8 peças teatrais.


Além do Du Rompa Hammond Trio, gravou álbuns com a Rio Grande Blues e a banda Astroxé.

 

Atualmente trabalha no seu segundo álbum autoral.

bottom of page